terça-feira, 3 de março de 2009


BEIJOS PÉZINHOS DE LÃ

Dos teus beijos, lembro as manhãs acordadas

por cheiros de amora e lírios

brancos, em ramos de mimos

enlaçados por abraços

e toques de seda e cílios...

Era de cristal teu riso,

de veludo teu contacto,

e os beijos, os beijos

que me davas de manhã,

vestiam docel de pétalas,

tinham pézinhos de lã!...



Das manhãs, lembro os teus beijos sem sono

a acordar-me o amor desperto

pelo aroma tenro de rosas

em botão desapertado...

E passarinho liberto

era teu chamar baixinho,

apelo guardado em ninho

da tua boca de beijos

tímidos, meigos, tocados

por subtis tons de manhã...


Beijos pézinhos de lã

ciosamente guardados

num legado de saudade

que elevo à eternidade...


4 comentários:

Haere Mai disse...

Passei aqui neste teu cantinho de ternura e emoções.

Terno e doce este espaço amiga!

Beijo doce de emoção, em azul...Sempre!

Diana Correia disse...

"Beijos pézinhos de lã"

Dá para acreditar na ternura deste título? Nem precisava de ler o resto (que, obviamente, li e adorei!) ... ;)
Beijinho!

Virgínia Martins disse...

Simplesmente líndo! Posso sentir cada palavra... Por cada sentimento que foram contidos e algums retídos... Vem do peito! Vem da alma!
Obrigado pela recomendação, obrigado pela visita. Que Deus esteja presente em ti, da forma que entrou em mim. Um grande e sincero beijo.

V.M.

chica disse...

Só uma mãe pra imaginar todo esse teu sentimento.Lindo,Tera! um beijo,chica