sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

CANÇÃO DE NINAR

Dorme, dorme, meu anjinho,
Que a mãezinha logo vai,
Ficou a criar teus maninhos,
De mãos dadas com o pai

Voa, voa, meu carinho,
Para o Céu onde te espera
O travesso Jesus Menino
No topo duma quimera

Brilha, brilha, estrelinha,
Do alto do firmamento,
Ilumina o nosso caminho,
Doura nosso breve momento

Sobe, sobe, anjo meu,
Como raiozinho de sol,
Espreita-nos lá do Céu,
Como meigo rouxinol

Num Paraiso distante,
Onde não posso chegar
Tenho um Anjo cintilante
Sempre, sempre a nos guardar...

1 comentário:

Israela disse...

Adorei seu blog, especialmente este poema. Também perdi uma filha, por isso me emocionei.

abraços,

Israela

PS: visite meu blog http://maedeisraelle.zip.net/